DIÁRIO DE UM PROFESSOR

“O Professor precisa é de Descanso”

Todos os anos entrego aos alunos uma ficha para me avaliarem, podendo a mesma ser anónima e depositada num monte na ponta da mesa, com as folhas viradas para baixo, para prevenir o receio de eu saber quem escreveu o quê.
    • a
    • a
  • comunidade
  • comentar
  • imprimir

Todos os anos entrego aos alunos uma ficha para me avaliarem, podendo a mesma ser anónima e depositada num monte na ponta da mesa, com as folhas viradas para baixo, para prevenir o receio de eu saber quem escreveu o quê. Até porque me limito a perguntar que classificação mereço, qual a minha maior qualidade e o meu maior defeito.

Em regra, os alunos são extremamente generosos e este ano não foi excepção. Não vou por aqui fazer o elenco autoindulgente de qualidades/defeitos, mas apenas destacar que três alunos optaram por não me atribuir nota quantitativa no espaço destinado a responder à questão “O professor merecer ter?” e responderam “descanso”, “o professor precisa descansar de nós” e “o professor precisa de descanso”.

E um deles nem sequer fez questão de manter o anonimato e disse-o bem alto enquanto preenchia a ficha. E é um dos alunos que mais problemas me deu para resolver ao longo do ano e que tem desempenho académico “menos conseguido”, para colocar as coisas em termos suaves.

E eu voltei a confirmar que na escola, valham-nos os alunos, especialmente os mais pequenos ou que connosco estão mais tempo (dou-lhes três disciplinas, mais Formação Pessoal e Social). Afinal, o ano valeu a pena e quase dá para esquecer todas as coisas menos boas (ou mesmo na ordem do que em termos científicos se pode qualificar como “sacanice”) que polvilharam estes dez meses e quase meio.

*Por decisão do autor, o presente texto não segue o novo Acordo Ortográfico.

Paulo GuinoteProfessor do Ensino Básico, doutorado em História da Educação. Autor do blogue O Meu Quintal
    • a
    • a
  • comunidade
  • comentar
  • imprimir
Comentários
Inicie sessão ou registe-se gratuitamente para assinar os comentários
  • submeter
  • cancelar
  • visualizar
Não existem comentários. Dê-nos a sua opinião!
 
Para salvaguardar o bom funcionamento deste espaço, todos os comentários são sujeitos a um processo de filtragem e validação editorial, pelo que só serão aceites participações sem linguagem obscena, difamatória, ameaçadora ou caluniosa.

O EDUCARE.PT reserva-se o direito de não validar todos os comentários que não se enquadrem nestes pressupostos e que não se relacionem, única e exclusivamente, com a atualidade educativa.
Recordamos ainda que todas as mensagens são da exclusiva responsabilidade dos participantes, nomeadamente, no que respeita à veracidade dos dados e das informações transmitidas.