Guia do Concurso

Todos os anos, milhares de professores têm de concorrer para dar aulas numa escola. Há vários critérios em jogo e é preciso muita atenção. Este ano, o processo trouxe a novidade de uma Bolsa de Contratação de Escola (BCE), para todos os estabelecimentos de ensino TEIP e com contrato de autonomia. Um procedimento que não funcionou bem à primeira e que obrigou a uma segunda BCE, depois de vários docentes terem ficado sem escola de um dia para o outro. Muitos professores voltaram a ter os olhos postos no concurso nacional. Todos os anos, há regras a cumprir.
Foi a pensar nestas regras e na necessidade que os professores têm de atualização constante que o EDUCARE.PT reuniu uma lista onde se pode encontrar toda a informação prática sobre o concurso.

Concurso Nacional de Professores
Abrange todas as escolas do território nacional, excluindo as escolas TEIP e com Contrato de Autonomia.
Desenvolve-se ao longo do ano letivo em três momentos: Contratação Inicial (1.ª colocação de docentes contratados/renovação de contratos), Reservas de Recrutamento (até 31 de dezembro) e Contratação de Escola (a partir de 1 de janeiro para todas as tipologias de horários – completos e incompletos).
A ordenação dos docentes é realizada pela Graduação Profissional (classificação de curso + tempo de serviço docente) + Menção da Avaliação de Desempenho Docente.
Desenvolve-se num espaço específico da Plataforma Concursal SIGRHE: https://sigrhe.dgae.mec.pt/openerp/login

Concurso Bolsa de Contratação de Escola (BCE)
Modelo de bolsa criado apenas este ano. Envolve todas as escolas TEIP e com Contrato de Autonomia. É criada uma bolsa de docentes, por escola e por grupo de recrutamento. A ordenação dos docentes é realizada pela Graduação Profissional (classificação de curso + tempo de serviço docente), tendo esta a ponderação de 50%, sendo os outros 50% advindos da resposta a vários subcritérios definidos por cada escola. Desenvolve-se num espaço específico da Plataforma Concursal SIGRHE: https://sigrhe.dgae.mec.pt/openerp/login

Concurso de Contratação de Escola (CE)
Abrange todas as escolas que desejem contratar técnicos especializados ou outras tipologias de professores com horários de trabalho com carga semanal inferior a 8 horas letivas (até 31 de dezembro). A partir de dia 1 de janeiro passam a estar a concurso, neste modelo, todos os horários de todos os grupos de recrutamento, de todas as escolas do território nacional (excluindo as escolas TEIP e com Contrato de Autonomia), uma vez que as Reservas de Recrutamento (alvo de colocação centralizada) terminam a 31 de dezembro. A ordenação dos docentes é realizada pela Graduação Profissional (classificação de curso + tempo de serviço docente), tendo esta a ponderação de 50%, sendo os outros 50% advindos da avaliação curricular (possibilidade de entrevista como critério de desempate). Desenvolve-se num espaço específico da Plataforma Concursal SIGRHE: https://sigrhe.dgae.mec.pt/openerp/login

NOTA: Todos os candidatos devem estar previamente inscritos na Plataforma Concursal SIGRHE (https://sigrhe.dgae.mec.pt/openerp/login)