PEDIATRIA

“Oh não! O meu bebé fez xixi vermelho!”

Durante os primeiros dias de vida, os recém-nascidos podem ter uma urina alaranjada ou avermelhada, devido à presença de cristais de urato. Trata-se de uma situação muito frequente.
    • a
    • a
  • comunidade
  • comentar
  • imprimir
Como se formam os cristais de urato?
Os cristais de urato são compostos por cálcio e ácido úrico e eliminados através dos rins.  
Durante os primeiros três dias de vida, o colostro materno é o principal alimento do bebé, sendo que este é maioritariamente constituído por proteínas e irá contribuir para aumento da produção de ácido úrico. Daí o surgimento dos cristais de urato ser mais frequente neste período. Após o estabelecimento do leite materno, ocorre uma regularização progressiva da coloração da urina.  
Em casos mais graves, e mais raros, pode estar associado a situações de desidratação ou à acidificação da urina (devido a determinados medicamentos, por exemplo).

O que devo fazer?
Nestes casos, deve ser promovido o reforço das mamadas, isto é, dar de mamar com maior frequência. Trata-se de uma situação benigna, que não deve gerar preocupação pois irá resolver-se sem necessidade de intervenção ou tratamento médico.
Se persistir, agravar ou surgirem outros sintomas associados, deverá recorrer a um médico.

Cristiana Maximiano, com a colaboração de Albina Silva, Pediatra do Serviço de Pediatria do Hospital de Braga
Serviço de Pediatria do Hospital de BragaEste espaço é da responsabilidade da equipa médica do Serviço de Pediatria do Hospital de Braga, instituição certificada pelo Health Quality Service (HQS).
    • a
    • a
  • comunidade
  • comentar
  • imprimir
A informação aqui apresentada não substitui a consulta de um médico ou de um profissional especializado.
Comentários
Inicie sessão ou registe-se gratuitamente para assinar os comentários
  • submeter
  • cancelar
  • visualizar
Não existem comentários. Dê-nos a sua opinião!
 
Para salvaguardar o bom funcionamento deste espaço, todos os comentários são sujeitos a um processo de filtragem e validação editorial, pelo que só serão aceites participações sem linguagem obscena, difamatória, ameaçadora ou caluniosa.

O EDUCARE.PT reserva-se o direito de não validar todos os comentários que não se enquadrem nestes pressupostos e que não se relacionem, única e exclusivamente, com a atualidade educativa.
Recordamos ainda que todas as mensagens são da exclusiva responsabilidade dos participantes, nomeadamente, no que respeita à veracidade dos dados e das informações transmitidas.