COVID-19: Educação em contexto de emergência será alvo de cooperação multilateral na CPLP

A educação em contexto de emergência será alvo de cooperação multilateral entre os Estados-membros da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) nos próximos anos, foi hoje anunciado pela organização.
    • a
    • a
  • comunidade
  • comentar
  • imprimir

Segundo a declaração final da XI Reunião dos ministros da Educação, que decorreu ‘online’ e teve como tema "A Educação nos Estados-membros da CPLP e o contexto da pandemia da COVID-19”, foi adotada a proposta de resolução sobre "a educação em contexto de emergência" na organização.

A proposta será agora submetida “à reunião de Conselho de Ministros” de julho de 2021, “tendo em vista dinamizar a cooperação multilateral” neste domínio.

Além disso, os ministros decidiram mandatar a reunião de Pontos Focais da Educação para que elabore uma proposta de um instrumento de referência para a promoção da cooperação multilateral no domínio da educação em tempos de emergência durante o primeiro semestre de 2021.

Assim, a cooperação entre os Estados-membros da CPLP, num contexto como o da pandemia de COVID-19, deverá ser uma das áreas incluídas no novo Plano de Ação de Cooperação no Domínio da Educação da CPLP para o período 2021-2026, uma vez que o anterior plano vai até ao final deste ano.

O novo plano já deverá, porém, ser aprovado sob a égide da presidência angolana da CPLP, como esclareceu a ministra da Educação de Cabo Verde, Maritza Rosabal, país que tem agora a presidência rotativa da comunidade.

A XI Reunião dos ministros da Educação contou, pela primeira vez, com a participação de organizações internacionais, e um dos assuntos em agenda foi precisamente o reforço das relações institucionais com estas organizações nos domínios da educação e formação.

Além dos ministros e responsáveis dos Estados-membros pela área da educação, participaram na reunião a Organização dos Estados Ibero-americanos para a Educação, Ciência e Cultura (OEI), o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) e a Agência Nacional Erasmus Educação e Formação.

A sessão de abertura da reunião de ministros contou ainda com a intervenção da diretora-geral adjunta da Educação da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), Stefania Giannini.

Em agenda da reunião de hoje esteve ainda a implementação do Plano de Ação de Cooperação Multilateral no Domínio da Educação da CPLP (2016-2020) e as orientações estratégicas para o período 2021-2026.

A CPLP integra Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

A pandemia de COVID-19 provocou pelo menos 1339 130 mortos resultantes de mais de 55,6 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

    • a
    • a
  • comunidade
  • comentar
  • imprimir
Comentários
Inicie sessão ou registe-se gratuitamente para assinar os comentários
  • submeter
  • cancelar
  • visualizar
Não existem comentários. Dê-nos a sua opinião!
 
Para salvaguardar o bom funcionamento deste espaço, todos os comentários são sujeitos a um processo de filtragem e validação editorial, pelo que só serão aceites participações sem linguagem obscena, difamatória, ameaçadora ou caluniosa.

O EDUCARE.PT reserva-se o direito de não validar todos os comentários que não se enquadrem nestes pressupostos e que não se relacionem, única e exclusivamente, com a atualidade educativa.
Recordamos ainda que todas as mensagens são da exclusiva responsabilidade dos participantes, nomeadamente, no que respeita à veracidade dos dados e das informações transmitidas.