Privacidade online é tema de concurso escolar

Alunos de todos os níveis de ensino são desafiados a produzir materiais de sensibilização num concurso nacional que aceita imagens, memes, cartazes, folhetos, anúncios em torno da confiança online. Os trabalhos têm de ser submetidos até 1 de maio.
    • a
    • a
  • comunidade
  • comentar
  • imprimir

O desafio é pertinente numa sociedade global, num dia a dia permanentemente ligado às novas tecnologias. Crianças e jovens, de todos os níveis de ensino, podem produzir materiais de sensibilização à volta da privacidade e confiança online, proteção de dados pessoais, segurança de dispositivos ligados à rede, e outros tópicos relacionados com o assunto. A proteção online é o mote de um concurso nacional escolar que acaba de ser lançado. Os trabalhos têm de ser entregues até 1 de maio.

Os alunos podem apresentar imagens para difusão em redes sociais, memes, cartazes, folhetos, anúncios de áudio e vídeo. O concurso surge no âmbito da iniciativa “ePrivacidade Trocada Por Miúdos”, campanha sobre privacidade e segurança online que pretende sensibilizar crianças, pré-adolescentes, adolescentes e jovens adultos. E aparece na sequência do lançamento público dessa campanha no Dia da Proteção de Dados, 28 de janeiro, e a propósito do Dia Por Uma Internet Mais Segura que, em 2020, se assinalou a 11 de fevereiro.

Os trabalhos dos alunos devem ter em consideração vários pontos. Devem alertar para riscos e danos potenciais quando a privacidade online é posta em causa. Devem ter uma componente informativa, uma vertente de sensibilização, e educar para formas de proteção e salvaguarda nesses contextos. Os materiais apresentados devem também, segundo o regulamento, “promover uma utilização ética, responsável e segura das tecnologias de informação e comunicação”.

Um dos objetivos do concurso passa pela divulgação e partilha dos trabalhos com a comunidade educativa e com a sociedade civil. A iniciativa pretende promover a reflexão quanto à necessidade de proteger a privacidade nos dispositivos tecnológicos e perceber como os alunos lidam com o assunto. Os alunos participantes podem explorar a relação da privacidade online com os direitos humanos, a gestão de identidade, a pegada digital, a Internet das coisas, a encriptação, entre outros temas. A originalidade e criatividade, a qualidade estética e técnica são critérios que serão analisados pelo júri.

O concurso é fruto de uma vontade conjunta do projeto MiudosSegurosNa.Net e do Capítulo Português da Internet Society. Tito de Morais, fundador do projeto MiudosSegurosNa.Net, explica que os trabalhos deverão “alertar para os riscos e potenciais danos à privacidade online, informar, sensibilizar e educar para proteção e salvaguarda da privacidade online, contribuindo também para promover a utilização ética, responsável e segura das tecnologias de informação e comunicação”.

Os vencedores serão anunciados e premiados num evento marcado para 30 de maio. Depois disso, terá início a divulgação e disseminação dos trabalhos. “Este concurso visa promover a reflexão sobre a privacidade online, a necessidade de a proteger e formas de o fazer, ouvindo para tal o que crianças, pré-adolescentes, adolescentes e jovens adultos têm a dizer sobre o tema”, revela José Legatheaux Martins, presidente da direção do Capítulo Português da Internet Society. “A divulgação e partilha com a comunidade educativa e com a sociedade civil dos trabalhos desenvolvidos faz também parte dos objetivos”, acrescenta.

O projeto MiudosSegurosNa.Net foi lançado em 2003 e é uma iniciativa familiar que ajuda famílias, escolas e comunidades a promover a utilização ética, responsável e segura das tecnologias de informação e comunicação por crianças e jovens. O Capítulo Português da Internet Society é uma associação sem fins lucrativos, focado na promoção, em Portugal, do desenvolvimento de uma Internet segura e confiável, acessível a todos, aberta e de acesso não discriminatório, com respeito pelos princípios da liberdade de expressão e da privacidade, tecnicamente avançada e completamente integrada na Internet mundial.

Informações: https://eprivacidade.pt/concurso-2020/

    • a
    • a
  • comunidade
  • comentar
  • imprimir
Comentários
Inicie sessão ou registe-se gratuitamente para assinar os comentários
  • submeter
  • cancelar
  • visualizar
Não existem comentários. Dê-nos a sua opinião!
 
Para salvaguardar o bom funcionamento deste espaço, todos os comentários são sujeitos a um processo de filtragem e validação editorial, pelo que só serão aceites participações sem linguagem obscena, difamatória, ameaçadora ou caluniosa.

O EDUCARE.PT reserva-se o direito de não validar todos os comentários que não se enquadrem nestes pressupostos e que não se relacionem, única e exclusivamente, com a atualidade educativa.
Recordamos ainda que todas as mensagens são da exclusiva responsabilidade dos participantes, nomeadamente, no que respeita à veracidade dos dados e das informações transmitidas.