Outubro, mês de combate ao bullying

Cibersegurança e bullying são temas de todos os dias e que ganham destaque ao longo deste mês. Vários especialistas nacionais e internacionais analisam estes fenómenos ao pormenor e de várias perspetivas. As sessões podem ser acompanhadas em direto. A participação é gratuita.
    • a
    • a
  • comunidade
  • comentar
  • imprimir
Bullying e cyberbullying são fenómenos que exigem cada vez mais atenção. As novas tecnologias vieram para ficar, as redes sociais tornaram-se parte do quotidiano mundial, crianças e jovens não vivem alheadas destas novas e poderosas ferramentas. A utilização responsável e segura das tecnologias de informação e comunicação pelos mais novos é uma preocupação constante. Há que perceber riscos e perigos da exposição online e saber aproveitar oportunidades e benefícios.

Outubro é o Mês Europeu da Cibersegurança e o Mês da Prevenção e Combate ao Bullying e é mais um pretexto para colocar tão delicados e complexos temas no centro das atenções. Os autores do livro “Cyberbullying - Um Guia Para Pais e Educadores”, Sónia Seixas, Luís Fernandes e Tito de Morais, juntam-se a especialistas do curso online “Bullying e Ciberbullying: Prevenir & Agir”, promovido pela Direção-Geral de Educação (DGE), para debater estes assuntos numa série de palestras transmitidas em direto no Facebook e no YouTube.

As transmissões são quase diárias, ao longo de outubro, com vídeos em direto. Além de especialistas portugueses, há a colaboração de convidados do Brasil, Canadá, França, Estados Unidos e Reino Unido. As sessões são conduzidas em português ou em inglês, dependendo do convidado. A participação é gratuita e não carece de registo. Basta visitar as hiperligações, ver as datas e horas, para participar em direto. As gravações das palestras ficam imediatamente disponíveis. As próximas sessões estão marcadas para os dias 21, 22, 28, 29, 30 e 31 de outubro.

Já se falou de proteção contra os prejuízos do cyberbullying e sobre os esforços que têm sido desenvolvidos no Brasil em relação a esta matéria. Ana Paula Siqueira, advogada especialista em direito digital, que ganhou um prémio de responsabilidade social pelo seu programa “Proteja-se de Prejuízos do Cyberbullying”, patrocinado pelo SINSA - Sindicato das Sociedades de Advogados dos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro e pelo CESA – Centro de Estudos das Sociedades de Advogados; Luís Fernandes, psicólogo educacional, coordenador e supervisor de vários projetos na área do bullying e violência na escola; e Tito de Morais, fundador do Projeto MiudosSegurosNa.Net; falaram deste tema. O vídeo está disponível nas plataformas digitais, assim como todos os outros gravados até este momento.

A sessão “Resiliência em Ação” está marcada para 22 de outubro, entre as 21h30 e as 22h30 portuguesas e as 17h30 e as 18h30 brasileiras. O conceito de resiliência, fatores e processos associados estão na agenda desta conferência, em que serão apresentados dados da investigação realizada nesta áera em contexto nacional. Celeste Simões, professora universitária da Faculdade de Motricidade Humana da Universidade de Lisboa, investigadora do projeto Aventura Social, é a convidada desta sessão coapresentada por Luís Fernandes e Tito de Morais, e com transmissão em direto.

Informações:
https://www.facebook.com/cyberbullying.pt
 https://www.youtube.com/channel/UCtFbvelLLwAIrFMd8ovFV_g
    • a
    • a
  • comunidade
  • comentar
  • imprimir
Comentários
Inicie sessão ou registe-se gratuitamente para assinar os comentários
  • submeter
  • cancelar
  • visualizar
Não existem comentários. Dê-nos a sua opinião!
 
Para salvaguardar o bom funcionamento deste espaço, todos os comentários são sujeitos a um processo de filtragem e validação editorial, pelo que só serão aceites participações sem linguagem obscena, difamatória, ameaçadora ou caluniosa.

O EDUCARE.PT reserva-se o direito de não validar todos os comentários que não se enquadrem nestes pressupostos e que não se relacionem, única e exclusivamente, com a atualidade educativa.
Recordamos ainda que todas as mensagens são da exclusiva responsabilidade dos participantes, nomeadamente, no que respeita à veracidade dos dados e das informações transmitidas.