Nova plataforma ajuda alunos a descobrirem a sua vocação profissional

A Escola Virtual, em parceria, com a Design the Future desenvolve uma nova área de trabalho onde permite aos alunos explorarem as opções e tomarem decisões mais informadas sobre o seu futuro profissional.
    • a
    • a
  • comunidade
  • comentar
  • imprimir
A Escola Virtual, em parceria com a Design the Future tem, a partir de agora, uma nova ferramenta de trabalho. ‘O teu futuro’ é uma plataforma, dentro da Escola Virtual, de acesso gratuito, e que permite orientar e auxiliar os alunos do 9º ano e do ensino secundário a descobrir a sua verdadeira vocação profissional.

A parceria agora desenvolvida entre a Escola Virtual e a Design the Future vai permitir ao aluno um processo de autoconhecimento, com recurso a inúmeras opções formativas e descoberta de profissões. Através de uma dinâmica de questionários, exercícios e dicas, o aluno tem acesso a esta nova área da Escola Virtual onde o perfil individual é traçado de acordo com as características de cada aluno.

"Tendo em conta que passamos grande parte da nossa vida a trabalhar, é importante que isto ajude os alunos a descobrir o seu verdadeiro eu e quais são as suas opções de futuro", afirma Isabel Rangel, diretora pedagógica da Escola Virtual e coordenadora deste projeto.

"Quando surgiu a possibilidade de parceria entre a Escola Virtual e a plataforma Design the Future, percebemos que esta era a motivação que faltava uma vez que a nossa missão é apoiar os alunos e ajudá-los a ser bem-sucedidos no universo escolar", refere Isabel Rangel acrescentando "ser bem-sucedido não é só apresentar boas notas mas sim pensar o que vamos fazer no futuro. Futuro esse que só faz sentido se houver um horizonte e um objetivo onde nos possamos sentir realizados profissionalmente e sermos pessoas mais felizes!"

Num espaço habitualmente usado por alunos para ajudar a estudar, a Escola Virtual funciona como uma porta de entrada para a plataforma Design the Future, criando uma área de exploração específica que dá pelo nome de ‘O teu futuro’, permitindo que os alunos, com base nos materiais Design the Future, consigam, através de diversas atividades interativas, chegar às profissões. Nesta área é disponibilizado um guia de profissões, completo e aprofundado, permitindo ao aluno e aos pais explorar todas as opções e tomar decisões mais informadas sobre o futuro profissional.

‘Se não formos felizes, não somos bons profissionais’, afirma Inês Menezes, mentora e autora da Design the Future. O desafio está lançado. ‘É necessário que cada aluno se conheça para que possa fazer uma escolha que vá ao encontro daquilo que quer ser. É preciso ter em conta os seus interesses, perceber as suas aptidões e ponderar os seus valores.

Criado em 2015, Design the Future nasce a partir de uma necessidade pessoal. Ao procurar informações para um familiar sobre construção de carreiras e saídas profissionais, Inês deparou-se com as mesmas dificuldades que tivera nos seus tempos de estudante e percebeu rapidamente que esta lacuna deveria ser preenchida. Após uma recolha exaustiva de informação que servisse de base ao trabalho que estava disposta a levar a cabo, a maior dificuldade foi mesmo perceber como juntar toda a informação adquirida e de que forma poderia ser trabalhada para o seu público-alvo. Este esforço resulta na Design the Future, uma plataforma de exploração vocacional com recurso a mais de duas centenas de vídeos e reportagens de pessoas reais com as profissões mais variadas, onde, num curto, mas assertivo depoimento, é possível ter uma ideia mais concreta do que cada um faz e as suas principais motivações.

Mais informações: www.escolavirtual.pt/teufuturo.htm
    • a
    • a
  • comunidade
  • comentar
  • imprimir
Comentários
Inicie sessão ou registe-se gratuitamente para assinar os comentários
  • submeter
  • cancelar
  • visualizar
Não existem comentários. Dê-nos a sua opinião!
 
Para salvaguardar o bom funcionamento deste espaço, todos os comentários são sujeitos a um processo de filtragem e validação editorial, pelo que só serão aceites participações sem linguagem obscena, difamatória, ameaçadora ou caluniosa.

O EDUCARE.PT reserva-se o direito de não validar todos os comentários que não se enquadrem nestes pressupostos e que não se relacionem, única e exclusivamente, com a atualidade educativa.
Recordamos ainda que todas as mensagens são da exclusiva responsabilidade dos participantes, nomeadamente, no que respeita à veracidade dos dados e das informações transmitidas.