Estatuto docente do ensino superior privado avança até final da legislatura

O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, manifestou hoje a intenção de avançar com a criação do estatuto da carreira docente do ensino superior privado até ao final da legislatura.
    • a
    • a
  • comunidade
  • comentar
  • imprimir
O ministro, que hoje participou num debate sobre a carreira de investigação científica, promovido pela Associação Nacional de Investigadores em Ciência e Tecnologia (ANICT) e que decorreu no Pavilhão do Conhecimento, em Lisboa, disse à Lusa, à margem do evento, que o Governo tem intenção de avançar com a criação do estatuto da carreira docente do ensino superior privado até ao final da legislatura e que considera haver ainda tempo para o concretizar.

À saída do debate, que discutiu muito a necessidade de revisão do estatuto da carreira de investigação científica, a qual, adiantou Manuel Heitor no início do mês, ficará adiada para a próxima legislatura, o ministro disse que o estatuto dos docentes do ensino superior privado não terá o mesmo desfecho.

Na passada semana a Associação Portuguesa de Ensino Superior Privado (APESP) e o Sindicato Nacional do Ensino Superior (SNESup) deveriam ter-se reunido para mais um encontro negocial sobre a matéria, mediado pela Direção-Geral do Emprego e das Relações de Trabalho (DGERT), mas a reunião foi adiada para maio.

O presidente do SNESup, Gonçalo Leite Velho, disse à Lusa que a APESP adiantou aos sindicatos no final da última reunião negocial entre as partes, em janeiro, que faria chegar uma proposta de estatuto ao Governo.

Gonçalo Leite Velho disse que espera que esta intenção de Manuel Heitor se traduza numa convocatória para uma reunião negocial “o mais breve possível”.

Em maio de 2018 a APESP suspendeu as negociações com os sindicatos, argumentando que preferia esperar por uma proposta do Governo, que Manuel Heitor disse na altura que “estava longe de estar concluída”.

    • a
    • a
  • comunidade
  • comentar
  • imprimir
Comentários
Inicie sessão ou registe-se gratuitamente para assinar os comentários
  • submeter
  • cancelar
  • visualizar
Não existem comentários. Dê-nos a sua opinião!
 
Para salvaguardar o bom funcionamento deste espaço, todos os comentários são sujeitos a um processo de filtragem e validação editorial, pelo que só serão aceites participações sem linguagem obscena, difamatória, ameaçadora ou caluniosa.

O EDUCARE.PT reserva-se o direito de não validar todos os comentários que não se enquadrem nestes pressupostos e que não se relacionem, única e exclusivamente, com a atualidade educativa.
Recordamos ainda que todas as mensagens são da exclusiva responsabilidade dos participantes, nomeadamente, no que respeita à veracidade dos dados e das informações transmitidas.