Educação para os media: atividades até ao fim da semana

Somos todos consumidores dos meios de comunicação social. Mas será que conseguimos fazer as melhores escolhas sobre o que vemos, lemos e ouvimos nos media? Até 9 de maio várias entidades planearam um conjunto de atividades de promoção da literacia mediática.
    • a
    • a
  • comunidade
  • comentar
  • imprimir
Educar para um uso crítico, criterioso e criativo dos conteúdos que diariamente nos chegam através de todo o tipo de ecrãs que nos rodeiam. Assim se resume o objetivo traçado pelo Grupo Informal sobre Literacia para os media, a entidade promotora da ação "Sete dias com os media" que decorre até 9 de maio. A jornada culmina no 2.º Congresso Nacional de Literacia, media e Cidadania, que decorre nos dias 10 e 11 deste mês no Pavilhão do Conhecimento, Parque das Nações, em Lisboa.

A importância de tornar os cidadãos mais aptos a lidar com as mensagens dos meios de comunicação e a criar as suas próprias comunicações foi oficialmente reconhecida pela Comissão Europeia (CE), numa Recomendação a 20 de agosto de 2009. Em Portugal, o Conselho Nacional de Educação (CNE), órgão tutelado pelo Ministério da Educação e da Ciência (MEC), aprova em 2011 uma recomendação ao Parlamento e ao Governo sobre educação para os media, corroborando o interesse colocado neste tema. 
Um interesse, agora, partilhado ao nível nacional. Por todo o país, escolas, universidades, associações prepararam atividades no âmbito da literacia mediática, entendida como a capacidade de fazer escolhas informadas e diversificadas sobre que conteúdos consumir. O EDUCARE.PT faz um apanhado do muito que se fará durante esta semana.

Construção noticiosa
Partindo da análise dos acontecimentos ocorridos a 15 de abril, na Maratona de Boston, os alunos do 7.º ano, do Agrupamento de Escolas do Pombal vão refletir sobre os factos noticiados como relevantes, as presenças e as omissões de informação e o carácter construído das notícias. A atividade insere-se na disciplina de Português.

Mas o projeto está ainda alicerçado no potencial curricular de outras disciplinas: na de Inglês, os alunos vão analisar imagens publicitárias de produtos de fast food, a partir dos vídeos Lights, Action, Burger! ("Buy me that 3! A kid's guide to food advertising" TV series - HBO) e Behind the scenes at a McDonald's photo shoot (June, 2012, McDonald's Canada); na de Tecnologias da Informação e Comunicação, os alunos vão avaliar a fiabilidade de um artigo da Wikipédia referente à sua cidade "Pombal" e corrigi-lo usando as ferramentas de edição. Como referência base, os professores dinamizadores do projeto elegeram o livro Media Education: Literacy, Learning and Contemporary Culture, de David Buckingham (2003).

Publicar um artigo
Os alunos da Universidade do Minho, em Braga, e da Escola Secundária de Marco de Canaveses aceitaram o desafio de escrever um artigo sobre o poder dos media na atualidade. Os melhores textos serão publicados no jornal regional Diário do Minho, durante toda a semana.

Media e deficiência
Debater o tema da deficiência nos media, é a proposta do workshop "Um dia com os media", que se realiza a 8 de maio nas instalações da Associação Nacional de Famílias para a Integração da Pessoa com Deficiência (Fundação AFID Diferença) na Amadora. O encontro, dirigido a jornalistas, instituições, organizações governamentais e escolas, terá duas mesas-redondas (das 9h30 às 13h e das 14h30 às 18h) sobre como comunicar com os jornalistas, como aproximar as instituições da comunicação social e os media e a área da deficiência.

Na primeira página
A Escola Secundária de Barcelos recebe, no dia 7 de maio pelas 14 horas, a visita de Sérgio Denicoli, investigador e autor do blogue TV Digital, para uma palestra sobre a importância do jornalismo, onde os alunos vão pegar no bloco de notas para serem jornalistas por um dia: recriar a primeira página de um jornal impresso e o alinhamento de um jornal televisivo.  

Vivias sem media?
Como seria a vida sem os media? Criar cartazes em torno desta problemática é a proposta que a Rede de Bibliotecas Escolares, juntamente com o Plano Nacional de Leitura, lança aos alunos dos ensino básico e secundário.

Da pedra ao ecrã
Na Biblioteca Escolar Madalena Sotto, da Escola Secundária Soares Basto, em Oliveira de Azeméis, estão patentes duas exposições: "Comunicar... Comunicar... " onde se pretende mostrar à comunidade educativa a evolução técnica dos meios de comunicação: Radio, Televisão e  Telefone; e "Ferramentas d' Escrita" que mostra os vários tipos de utensílios usados para escrever ao longo dos tempos.

Jornais online
A Universidade Fernando Pessoa organiza a 13 de Maio, pelas 11 horas, uma conferência dedicada ao tema "Jornalismo Online". O painel é composto pela diretora executiva online do Público, Simone Duarte; pelo diretor adjunto da Agência Lusa e docente da Universidade Fernando Pessoa, Ricardo Jorge Pinto; e pelo jornalista da RTP, Daniel Catalão. A participação é gratuita, mas implica inscrição obrigatória.

Consomes tudo?
A pergunta é dirigida aos alunos do 7.º e do 8.º ano: "És influenciado pela publicidade?" Na Escola Secundária Dr. Mário Sacramento, em Aveiro, os alunos respondem a um inquérito sobre a influência da publicidade na escolha dos seus cereais favoritos. De seguida degustam "às cegas" cereais de várias marcas à procura das diferenças; analisam os seus rótulos, para verificarem as diferenças ou semelhanças da sua composição nutricional, a simbologia usada, o prazo de validade e o preço de embalagem por quilo. Por fim, também haverá lugar a uma análise da publicidade televisiva que lhes está associada em termos de sons, cores e brindes oferecidos.

Crianças na rádio
A Escola Superior de Educação de Portalegre criou um programa de rádio com a participação de 26 crianças, com idades entre os 5 e os 6 anos, do Jardim de Infância da Escola Básica 1 de Atalaião. Primeiro as crianças são incentivadas a conversar sobre este meio de comunicação e de seguida será gravado o programa com inclusão de excertos da conversa e temas musicais selecionados pelas crianças. A edição está a cargo dos alunos de jornalismo e comunicação daquela instituição. O programa pode ser ouvido através da ligação: https://soundcloud.com/som-radio-e-inf-ncia/o-som-a-r-dio-e-a-inf-ncia

Censura
Como era fazer jornalismo e ser jornalista sem liberdade de imprensa? Dia 15 de maio, entre as 10h00 e as 13h00, a Universidade Lusófona, em Lisboa, organiza o debate "Jornalismo e Censura", com a presença dos jornalistas Diana Andringa e Daniel Ricardo, antecedido pela exibição do documentário "Lápis Azul", da autoria de Rafael Martins e onde se reúnem os relatos de uma época em que apenas era publicada uma visão parcial do que acontecia no país e fora dele.

Liberdade e limites
O media Lab do Diário de Notícias, em Lisboa, promove até dia 10 de maio uma série de conferências que abordam cinco temas ligados à liberdade de imprensa e à liberdade de expressão: a utilização de conteúdos de outras pessoas, os limites da informação e a autocensura, a publicação de conteúdos ofensivos ou discriminatórios, a criminalização por veiculação de notícias falsas e a influência dos anunciantes nos meios de comunicação. A iniciativa destina-se a estudantes do 3.º ciclo, do ensino secundário e profissional.

Olhar desperto
A Associação Portuguesa de Anunciantes, através do media Smart, um programa de literacia sobre publicidade nos media, sem fins lucrativos, promove a iniciativa "Para um público esperto, um olhar mais desperto", que decorre em Lisboa e é dirigida a crianças dos 7 aos 11 anos de idade. O objetivo é proporcionar aos mais pequenos ferramentas que os ajudem a compreender e interpretar a publicidade.

Novos e velhos media
"A influência dos meios de comunicação tradicionais e digitais na sociedade contemporânea" está em debate no dia 8 de maio, pelas 21h30 no Espaço GNRation, em Braga. Entre os participantes destacam-se os investigadores Sara Pereira e Manuel Pinto, da Universidade do Minho, que em 2012 lançaram a iniciativa "Um Dia com os media", e Eduardo Madureira, professor e diretor pedagógico do projeto Público na Escola.

Atualidade na escola
O Agrupamento de Escolas Afonso de Paiva, de Castelo Branco, reflete sobre "Os media: que desafios?" A discussão ficará registada numa página da rede social Facebook, onde os alunos vão partilhar e divulgar notícias, vídeos, notas, comentários, livros e artigos alusivos ao papel dos meios de comunicação na sociedade. O objetivo é levar a atualidade informativa nacional e internacional à escola. 

Publicidade e seniores
Criar um spot publicitário para a Universidade Sénior de Gondomar foi o desafio lançado aos alunos da instituição. A ação pretende promover a literacia mediática através da descodificação da publicidade como ferramenta comunicativa. O melhor anúncio de promoção será encenado e gravado pelos elementos da turma vencedora. 

Escola 2.0
O Agrupamento de Escolas Bento Carqueja, de Oliveira de Azeméis, em parceria com as suas bibliotecas escolares, organiza a ação de formação "Web 2.0 - Competências Pedagógicas". Esta iniciativa visa potenciar o trabalho educativo e formativo desenvolvido por docentes e discentes recorrendo às novas tecnologias. O programa aborda o uso de aplicações e recursos educativos abertos na atividade pedagógica e promove uma reflexão sobre as literacias críticas na Escola 2.0.

    • a
    • a
  • comunidade
  • comentar
  • imprimir
Comentários
Inicie sessão ou registe-se gratuitamente para assinar os comentários
  • submeter
  • cancelar
  • visualizar
Não existem comentários. Dê-nos a sua opinião!
 
Para salvaguardar o bom funcionamento deste espaço, todos os comentários são sujeitos a um processo de filtragem e validação editorial, pelo que só serão aceites participações sem linguagem obscena, difamatória, ameaçadora ou caluniosa.

O EDUCARE.PT reserva-se o direito de não validar todos os comentários que não se enquadrem nestes pressupostos e que não se relacionem, única e exclusivamente, com a atualidade educativa.
Recordamos ainda que todas as mensagens são da exclusiva responsabilidade dos participantes, nomeadamente, no que respeita à veracidade dos dados e das informações transmitidas.