Testar competências, ganhar prémios

Literacia 3Di volta a testar conhecimentos a Matemática, Ciência, Leitura e Inglês dos alunos dos 2.º e 3.º ciclos do Ensino Básico. O desafio está lançado e as inscrições abertas. A grande final está marcada para maio do próximo ano.
    • a
    • a
  • comunidade
  • comentar
  • imprimir
Cabeças preparadas, neurónios a funcionar, matérias estudadas, exercícios bem resolvidos? O desafio pelo conhecimento está aí. A quarta edição do Literacia 3Di é um convite a testar saberes, competências, assuntos teóricos e práticos. Um concurso para alunos dos 2.º e 3.º ciclos do Ensino Básico de todo o país, exceto 9.º ano, que envolve professores e escolas, e que avalia o que os estudantes em quatro dimensões do saber: Matemática, Ciência, Leitura e Inglês.

O projeto entra na quarta edição para, uma vez mais, contribuir para o desenvolvimento educativo, pessoal e social dos jovens. “Porque o nosso futuro coletivo constrói-se todos os dias”, sublinha a Porto Editora, que organiza a iniciativa e que acredita que “este desafio pelo conhecimento beneficiará os nossos alunos, ajudando-os a consolidar as aprendizagens e a elevar os níveis de conhecimento num contexto similar ao das avaliações internacionais”.

As inscrições estão abertas até 19 de outubro no site desta iniciativa que decorre durante o ano letivo em três fases – local, distrital e nacional -, com base em provas interativas disponibilizadas através da plataforma online Escola Virtual. A primeira fase decorre de 19 a 23 de novembro para os alunos do 2.º ciclo e de 26 a 30 de novembro para os do 3.º ciclo. A segunda fase acontece de 11 a 22 de março do próximo ano. A grande final está marcada para 17 de maio de 2019.

Tal como na edição anterior, os alunos do 5.º ano testam conhecimentos a Matemática, os do 6.º ano a Ciência, os do 7.º a Leitura e os do 8.º ano a Inglês. Na última edição, os vencedores de cada uma das etapas receberam livros, smartphones, tablets, bolsas de estudo e uma viagem. As escolas dos campeões nacionais receberam cinco mil euros.

O Literacia 3Di ajuda a consolidar aprendizagens e a desenvolver competências educativas, mas também pessoais e sociais. Os professores também têm um papel importante. Desde logo, a missão de lançarem o desafio aos seus estudantes. O regulamento estipula que só poderá existir um registo de professor em cada área de literacia, por cada estabelecimento de ensino. No entanto, as diferentes atualizações que esse mesmo registo efetuar na plataforma são cumulativas. Daí resulta que podem inscrever 22 alunos de uma turma e, posteriormente, se pretenderem inscrever mais turmas, apenas precisarão de indicar a quantidade de novos alunos a acrescentar aos já inscritos nessa área de literacia.

Os alunos que participam envolvem-se e gostam da experiência. “Participar no concurso Literacia 3D foi uma experiência diferente, pois fiz um teste virtual que foi para mim, uma novidade. Estive completamente à vontade e relaxada. O mais importante foi ler bem e ter atenção aos pormenores e resolver”, contou Daniela Ferreira, do Agrupamento de Escolas do Caramulo, que já sabe o que é o Literacia 3Di.

Beatriz Segurado, do Agrupamento de Escolas Dr. António Augusto Louro, também apreciou a experiência. “A atividade Literacia 3D foi muito interessante porque é um teste feito no computador com exercícios diferentes. Senti, ao longo da atividade, um ambiente diferente. Adorei participar!” Guilherme Benjamim Pinto, do Agrupamento de Escolas de Oliveira de Frades, disse de sua justiça. “Participar na primeira fase do concurso Literacia 3D foi incrível! Exigiu esforço, concentração e aplicação! Mas valeu a pena!”
    • a
    • a
  • comunidade
  • comentar
  • imprimir
Comentários
Inicie sessão ou registe-se gratuitamente para assinar os comentários
  • submeter
  • cancelar
  • visualizar
Não existem comentários. Dê-nos a sua opinião!
 
Para salvaguardar o bom funcionamento deste espaço, todos os comentários são sujeitos a um processo de filtragem e validação editorial, pelo que só serão aceites participações sem linguagem obscena, difamatória, ameaçadora ou caluniosa.

O EDUCARE.PT reserva-se o direito de não validar todos os comentários que não se enquadrem nestes pressupostos e que não se relacionem, única e exclusivamente, com a atualidade educativa.
Recordamos ainda que todas as mensagens são da exclusiva responsabilidade dos participantes, nomeadamente, no que respeita à veracidade dos dados e das informações transmitidas.