Férias da Páscoa com mais diversão e menos calorias

Como ocupar as crianças nestas férias da Páscoa? O educare.pt apresenta algumas sugestões.
    • a
    • a
  • comunidade
  • comentar
  • imprimir
Em época festiva será difícil manter as crianças longe das amêndoas e dos ovos de chocolate. Mas, pelo menos, pode arranjar forma de elas queimarem mais açúcar. O educare.pt dá algumas ideias para tirar as crianças de casa nos dias de pausa, de 26 de março até 6 de abril.

Os museus organizam também nesta altura programas educativos alusivos à quadra. Normalmente, são ajustados aos horários de trabalho dos pais, que não têm férias por estes dias. Ou seja, funcionam das 9h00 às 17h00 e, por vezes, com horários de acolhimento.

Por todo o país, não são de esquecer as atividades promovidas pelas bibliotecas municipais e pelas câmaras municipais. Costumam ser gratuitas, ou a custos simbólicos, e de grande qualidade. Mas as inscrições acabam depressa, face à procura. De lembrar ainda a vasta rede de Centros Ciência Viva, com cerca de 20 centros espalhados pelo país. Oferecem programas específicos, mais voltados para temas científicos. A oferta é variada e dirigida a todas as idades.


Ciência e biodiversidade

Cumprindo a missão de envolver as crianças em atividades científicas, a rede Centros Ciência Viva oferece um conjunto de atividades para as férias da Páscoa. Algumas são orientadas para temas como a alimentação saudável, a biodiversidade e a sustentabilidade. Existem 20 centros espalhados por todo o país. Toda a oferta destes centros está à distância de um clique na página: http://www.cienciaviva.pt/centroscv/rede/.

Na Fábrica Centro Ciência Viva, em Aveiro, as férias da Páscoa acontecem de 26 a 29 de março e de 3 a 6 de abril, das 9h00 às 17h45. Cada dia será dedicado a explorar um dos sentidos. No programa, constam “A Princesa e o Cérebro que sentia de mais” (26 de março e 6 de abril), “Construções e invenções” (27 de março e 3 de abril), “À busca da diversidade de plantas no Parque”, trata-se de uma saída de campo à Baixa de Santo António (dias 28 de março e 4 de abril), “Crime sob Investigação” (dias 29 e 5 de abril). A participação tem um custo de 20 euros por dia. As atividades dirigem-se a crianças dos 6 aos 12 anos. Informações: Tel. 234 427 053 ou fabrica.cienciaviva@ua.pt.

O Centro Ciência Viva de Tavira tem um programa de tempos livres, de 27 de março a 6 de abril, dirigido às crianças entre os 6 e os 12 anos. Do programa constam: “Construir robôs” (27 março), ser um “Ovonauta” e transportar ovos sem os partir (28 março), fazer um “Folar da Páscoa” com ciência à mistura (29 março), conhecer os seres vivos mais pequenos da microbiologia em “Micróbios?!… Que nojo!” (3 de abril) e os “Microplásticos” (4 de abril), fazer “Sabonetes de gelatina” (5 de abril) e “Objetos luminosos” (6 de abril). A participação tem um custo de sete euros por criança e atividade, 18 euros por três atividades e 20 euros por quatro. Informações: Tel. 281 326 231, Tlm. 924 452 528 ou geral@cvtavira.pt.

O Laboratório Chimico do Museu da Ciência de Coimbra vai explicar às crianças, dos 6 aos 12 anos, quais os benefícios de uma alimentação saudável, como podem contribuir para um mundo mais sustentável e no final as crianças vão ainda construir um brinquedo muito especial. O programa apresenta três atividades como “Alimentação mais saudável” (27 de março), “Biodiversidade, o que é?” (28 de março) e “Uma questão de equilíbrio” (29 de março). Tem um custo de 17 euros para um dia, e de 8,50 euros para meio dia. Informações: Tel. 239 85 43 50 ou geral@museudaciencia.org.

Museus e arte

Como já é habitual no Museu de Olaria, em Barcelos, as férias da Páscoa têm data marcada de 27 a 29 de março e de 3 a 6 de abril, entre as 10h00 e as 12h00. Modelar figuras decorativas em barro, pintar azulejos, decorar vasos com as suas plantas favoritas, decorar telhas tradicionais com pinturas originais, descobrir instrumentos musicais de barro e pintar alguns deles, são algumas das propostas para crianças dos 6 aos 12 anos. Dia 6, o programa termina com o ateliê “A festa das cruzes”, a primeira grande romaria da região Minho, que está associada à lenda das cruzes. Nesta atividade, as crianças vão conhecer a história e pintar uma cruz tradicional feita de barro. Os ateliês têm um custo de 1,10 euros, pago no ato de inscrição da criança. Informações: Tel. 253 824 741 ou servicoeducativo@cm-barcelos.pt.

O Museu de Lamas, em Santa Maria da Feira, disponibiliza atividades lúdicas e pedagógicas inspiradas nas suas coleções para crianças do pré-escolar ao 3.º ciclo. Ouvir histórias de animais como “A Galinha Medrosa”, mostrar a criatividade na oficina de expressão plástica “O meu ovo da Páscoa” e fazer peddy-papers pelas peças do museu são algumas das propostas para a semana de 26 de março a 6 de abril, das 10h00 às 12h00 e das 14h30 às 16h30. As atividades têm um custo de três euros. Informações: Tel. 22 744 74 68, 91 664 76 85 ou geral@museudelamas.pt.

O Museu da Chapelaria e o Museu do Calçado, em São João da Madeira, apresentam o já bastante conhecido “CULTURando por aí…”, um programa que decorre em todas as pausas letivas.  De 26 a 29 de março,  as crianças e os jovens realizam visitas, oficinas de trabalho, jogos lúdico-pedagógicos e outras experiências estimulantes ao nível cognitivo. As atividades decorrem por toda a cidade, em várias instituições culturais e diferentes períodos do dia. Razão pela qual a iniciativa proporciona várias oportunidades de aprendizagem e experiências diversificadas. Informações: Tel.  256 201 680 ou  museu.chapelaria@gmail.com.

Aprender com as obras de arte do museu durante as férias escolares é a proposta do Museu Coleção Berardo, em Lisboa. Na semana de 26 e 29 de março e de dois a seis de abril, decorrem as atividades para as crianças dos quatro aos 13 anos, na primeira semana há também uma atividade reservada para os pré-adolescentes dos 13 aos 15 anos. O programa acontece das 9h30 às 17h30 e tem o custo de 85 euros mais cinco euros de seguro, na primeira semana, e de 105 euros mais cinco euros de seguro, na segunda semana. Informações: Tel. 21 361 28 00 ou servico.educativo@museuberardo.pt.

A Páscoa chega também ao Museu da Presidência, em Lisboa, que propõe um conjunto de oficinas para crianças dos 8 aos 12 anos. “Belém, uma viagem no tempo”, “Papel, cola, gesso: ação!”, “Criativamente a retratar um Presidente”, “O que esconde o Palácio de Belém?” e “À descoberta dos ovos da Páscoa: jogo de detetives” são as propostas do museu até 26 de março e acontecem entre as 9h00 e as 17h00. Informações: Tel. 21 36 14 980 ou museu@presidencia.pt.

A Câmara Municipal de Amadora quer levar as crianças dos 6 aos 12 anos a “Conhecer a história da Amadora”, através de uma atividade de exploração da cidade. A iniciativa decorre de 3 a 6 de abril, das 9h00 às 17h00, no Núcleo Museológico do Casal da Falagueira e no Parque Aventura, Beco do Poço, Amadora. Tem um custo de 20 euros e as crianças devem levar almoço e lanche. Informações: Tel. 21 43 69 090 ou museu.arqueologia@cm-amadora.pt.

Férias desportivas


A Câmara Municipal de Santo Tirso promove as “Manhãs desportivas de Páscoa”, uma iniciativa que decorre de 26 de março a 6 de abril, entre as 09h30 e as 12h30. Futebol, basquetebol, voleibol, andebol, ténis, badminton, ténis de mesa e natação fazem parte das atividades, mas são apenas destinadas a jovens entre os 10 e os 16 anos residentes no concelho. A inscrição é gratuita e obrigatória. Informações: www.manhas.santotirso.pt.

A Tempo Livre, com o apoio da Câmara Municipal de Guimarães, volta a organizar as “Férias Desportivas da Páscoa” de 26 de março a 6 de abril para crianças dos 5 aos 14 anos. Funcionam das 9h00 às 18h00 e têm o Multiusos de Guimarães como lugar de concentração. O programa inclui atividades de futsal, basquetebol, voleibol, andebol, badminton, gira-vólei, jogos tradicionais, natação, atletismo, basebol, dança, bowling, equitação. Mas também oficinas pedagógicas e culturais, com jogos de palavras, visionamento de filmes, jogos de cooperação, atividades de pintura. O custo é de 40 euros para a inscrição numa semana ou 72 euros para as duas. Informações: Tel. 253 520 300

No Estádio Universitário de Lisboa, na Cidade Universitária, as férias são uma oportunidade para jogar desportos coletivos, desportos de combate, padel, jogos aquáticos e Esgrima. O programa acontece durante duas semanas: de 26 a 29 de março e de 2 a 6 de abril e dirige-se a crianças e jovens entre os 6 e os 12 anos. As atividades são seguras e orientadas por profissionais qualificados e experientes. Mas as vagas são limitadas. Informações: https://www.estadio.ulisboa.pt/.

Bibliotecas municipais

A Rede Nacional de Bibliotecas Públicas tem um portal, em http://rcbp.dglb.pt/pt, onde é possível procurar, por ordem alfabética, os municípios cujas bibliotecas contam com presença na Internet e, desta forma, ter acesso aos programas que disponibilizam para ocupação de tempos livres durante todo o ano.

O Bibliocarro, uma iniciativa itinerante das Bibliotecas Municipais do Porto, está estacionado neste período junto ao Jardim do Passeio Alegre. Na semana de 3 a 6 de abril tem como proposta duas oficinas de reciclagem onde as crianças são desafiadas a criar os seus próprios brinquedos. A sessão é às14h30 e é dirigida a famílias e crianças a partir dos 8 anos e ATL’s. Dias 4 e 6 de abril, às 11h00, há hora do conto  baseada na obra de Beatrix Potter “Pedrito Coelho”. Destina-se a famílias com crianças a partir dos 5 anos e ATL’s.  

Na Biblioteca Pública Municipal do Porto, em São Lázaro, há teatro de marionetas baseada na lenda algarvia das Amendoeiras em Flor que conta a história de amor entre duas pessoas muitos diferentes, um rei mouro algarvio e uma princesa nórdica, doente pelas muitas saudades da sua terra e que será salva pelas flores das amendoeiras. Destina-se a famílias com crianças a partir dos três anos  e ATL’s. Realiza-se de 26 a 29 de março às 11h00 e de três a seis de abril às 11h00 e às 15h00.

Na Biblioteca Municipal Almeida Garrett, localizada nos Jardins do Palácio de Cristal, no Porto, as crianças vão poder participar numa oficina de ilustração com a artista plástica Manuela São Simão a partir da obra de Jorge Sousa Braga “Herbário”. Através deste livro, as crianças ficam a conhecer plantas e flores através da poesia. A oficina resultará numa pequena exposição para apresentar à família no último dia da atividade.  Realiza-se de 26 a 29 de março das 10h00 às 17h00. O programa completo das atividades das duas bibliotecas está em: bmp.cm-porto.pt/.

Páscoa debaixo de água

O maior aquário do Norte proporciona algumas experiências de cortar a respiração. No Sea Life do Porto é possível nadar com tubarões e alimentar uma tartaruga de 140 quilos. Bilhetes a partir de 7,95 euros. Na página https://www.visitsealife.com encontram-se mais detalhes sobre as ofertas para as famílias. Informações: Tel. 226 190 400 ou slcporto@merlinentertainments.biz

O Oceanário de Lisboa promove as habituais “Férias debaixo de água”, de 26 de março a 6 de abril, para crianças dos 4 aos 12 anos. Não vão faltar oportunidades para explorar o mundo do oceano, conhecer os seus habitantes através de visitas às exposições, artes plásticas e jogos. No final, as crianças vão até poder dormir com os tubarões. As “férias” funcionam das 8h30 às 18h30, em horário flexível, a pensar nos pais. Há mais detalhes sobre as atividades em https://www.oceanario.pt. Os custos variam entre os 40 euros (um dia) e os 180 euros (cinco dias). Informações: Tel. 218 917 000 ou info@oceanario.pt.
    • a
    • a
  • comunidade
  • comentar
  • imprimir
Comentários
Inicie sessão ou registe-se gratuitamente para assinar os comentários
  • submeter
  • cancelar
  • visualizar
Não existem comentários. Dê-nos a sua opinião!
 
Para salvaguardar o bom funcionamento deste espaço, todos os comentários são sujeitos a um processo de filtragem e validação editorial, pelo que só serão aceites participações sem linguagem obscena, difamatória, ameaçadora ou caluniosa.

O EDUCARE.PT reserva-se o direito de não validar todos os comentários que não se enquadrem nestes pressupostos e que não se relacionem, única e exclusivamente, com a atualidade educativa.
Recordamos ainda que todas as mensagens são da exclusiva responsabilidade dos participantes, nomeadamente, no que respeita à veracidade dos dados e das informações transmitidas.