Há muito para fazer e tão poucas férias da Páscoa!

Férias entre ovos e coelhos, nos museus e (também) fora deles.
    • a
    • a
  • comunidade
  • comentar
  • imprimir
O sol recolhe mais tarde e há sempre tanto para fazer nestas férias da Páscoa! De 5 a 18 de abril os dias até vão parecer mais curtos, se estiverem preenchidos com todo o tipo de atividades em vários cenários. De norte a sul, gratuitamente ou a pagar, são muitas as entidades que organizam programas lúdico-pedagógicos dirigidos a crianças e jovens. O Educare.pt dá uma vista de olhos a algumas dessas opções.


Norte
No Museu de Olaria, em Barcelos, há ateliês de modelagem, pinturas em azulejos e confeção de pão de ló. De 5 a 7 e de 11 a 13 de abril, as portas do museu abrem-se às crianças dos 6 aos 12 anos. E no final da semana ainda vai haver tempo para pintar a prenda dos padrinhos. T. 253 824741 Web: www.museuolaria.pt

 Em Guimarães, o Centro Cultural Vila Flor organiza de 10 a 13 de abril um programa de atividades para aprofundar a relação dos mais pequenos com o mundo das Artes. No Grande Laboratório das Ações Inúteis abre-se espaço para uma orquestra de sons de bolso, um dicionário de palavras inventadas e um cartaz de inutilidades. No final da semana as portas abrem-se para que pais e outros curiosos possam espreitar as experiências. T. 253 424 700 Web: http://www.ccvf.pt As “Oficinas de Primavera” regressam ao Parque Biológico de Gaia de 5 a 18 de abril. Para as crianças dos 6 aos 14 anos, o serviço educativo preparou ateliês de culinária e de jardinagem, visitas pelo parque com direito a aprender a tratar e também a alimentar lontras, raposas, gamos e toirões, além de uma caça ao tesouro campestre. T. 22 78 78 137/8 Web: www.parquebiologico.pt 

De 10 a 13 de abril, o Parque Aventura Lipor, em Baguim do Monte, promove um Campo de Férias da Páscoa com um programa repleto de atividades para criar e reciclar, dirigidas a crianças entre os 6 e os 11 anos. T. 229 770 100 Web: http://www.lipor.pt
O Museu do FC Porto abre portas em tempo de férias de 5 a 13 de abril com um programa de oficinas criativas de teatro e artes plásticas para crianças dos 4 aos 12 anos. Como seria de esperar, os mais jovens podem optar por praticar uma das quatro modalidades (futebol, andebol, basquetebol e natação) das escolas Dragon Force incluídas nos habituais “Campos de Treino”. T. 225 570 410/8/9 (museu) T. 225 083 090 (campos de treino) Web: www.fcporto.pt

O Palácio do Bolhão e a ACE Escola de Artes, no Porto, organizam oficinas de iluminação, sonoplastia, cenografia e figurinos dirigidas aos alunos do 8.º, 9.º e 10.º anos. A ideia é aproveitar as férias e nos dias 10, 11, 12 e 13 de abril ficar a perceber como funcionam os cursos de formação lecionados na escola. T. 222 089 007 Web: http://ace-tb.com/teatrobolhao/

Em Serralves, no Porto, privilegia-se o contacto com o Museu e o Parque. As crianças são convidadas a experimentar as ciências, as artes plásticas, mas também a vivência em grupo. As atividades incluem visitas aos animais, criação de herbários, culinária e pinturas com baldes de tinta em telas gigantes. Tudo para despertar a curiosidade e a criatividade dos mais pequenos. Realizam-se de 5 a 7 e de 10 a 13 de abril. T. 226 156 500; Web: www.serralves.pt

Centro

Visionarium – Santa Maria da Feira

Nestas férias da Páscoa vem mesmo a calhar uma visita ao Centro de Ciência do Europarque, para ver a primeira Exposição Interativa e Experimental dedicada ao universo da Ciência e das Crianças. No Laboratorium, os visitantes vão também encontrar espaço para aprender com atividades de biologia celular e molecular, genética, microbiologia, bioquímica, química, gastronomia molecular, ciências forenses, entre outras. T. 256 370 612; Web: http://www.visionarium.pt

A CP – Comboios de Portugal propõe uma viagem ao Fundão para uma espreitadela às cerejeiras em flor. O programa é dirigido a toda a família, inclui uma visita ao centro histórico da cidade e um passeio na Serra da Gardunha. O comboio parte em 8 de abril.

Em Aveiro, a Fábrica Ciência Viva vai pôr os mais pequenos a programar robôs, a lançar sondas e a transformar leite em plástico. De 7 a 13 de abril, o programa de atividades inclui ainda atividades de física, geologia e biologia. Destina-se a crianças dos 6 aos 12 anos. T. 234 427 053. E. fabrica.cienciaviva@ua.pt

No Museu de Lamas, em Santa Maria da Feira, há jogos, oficinas e contos pascoais para entreter os mais pequenos de 3 a 18 de abril. Mas há mais atividades para além da Páscoa. A propósito do Dia da Dança, celebrado em 29 de abril, o museu criou uma visita movimentada com uma oficina de expressão plástica. Acontece de 3 a 29 de abril e é dirigida a ao pré-escolar e ao 1.º ciclo. T. 227 447 468 Web: www.museudelamas.pt

No Museu da Chapelaria, em São João da Madeira, regressa o programa “CulturAndo por aí” repleto de atividades de se lhe “tirar o chapéu”. De 5 a 13 de abril e em parceria com a Biblioteca Municipal e o Museu do Calçado, há atividades alternadas entre estes três espaços. Visitas guiadas, oficinas de artes plásticas e de leitura, de culinária e de construção criativa são algumas das propostas para vão deliciar os participantes. T. 256 201 682; Web: http://museudachapelaria.blogspot.pt/

Atividades com ciência é a proposta do Exploratório Ciência Viva de Coimbra para o período de 5 a 18 de abril. O programa está repleto de experiências nas áreas da química, biologia e física e foi pensado para as crianças dos 6 aos 12 anos. T. 239 703897 Web: http://www.exploratorio.pt

Sul

No Museu Coleção Berardo a entrada é gratuita até ao dia 30 de abril, por isso, uma visita quase se impõe nestas férias. Como é habitual, o destaque deste mês vai para as oficinas da Páscoa de 5 a 7 e de 10 a 13 de abril. As crianças dos 4 aos 13 anos vão poder fazer receitas com ovos da Páscoa, perceber porque não existe a galinha da Páscoa e ter “encontros improváveis” com a história da arte e os movimentos artísticos espalhados pelo museu. T. 21 361 287 8 Web: www.museuberardo.pt

Tomar o pequeno-almoço com o coelho da Páscoa, vai ser possível no Hard Rock Cafe em Lisboa, nos dias 9 e 15 de abril, entre as 9h30 e as 11h30. As crianças vão adorar as pinturas faciais e as fotografias ao lado do “coelhinho que de tudo é capaz”. T. 21 324 5280

De 5 a 18 de abril, o Jardim Zoológico de Lisboa organiza um programa especial para celebrar a Páscoa em contacto com os animais. O convite para aprender sobre a vida selvagem, através de jogos, caças ao tesouro, trabalhos manuais e encontros com tratadores em bastidores dirige-se a crianças dos 3 aos 5 e jovens dos 6 aos 16 anos. T. 217 232 900 / 217 232 910. Web: www.zoo.pt

No Oceanário de Lisboa a Páscoa volta a ser “Debaixo de Água”. De 5 a 18 de abril as crianças dos 4 aos 12 anos vão mergulhar no oceano. Visitas às exposições, oficinas de artes plásticas e expressão dramática, tudo para conhecer os animais marinhos. Para terminar a semana, as crianças vão dormir na companhia dos tubarões. T. 218 917 000 Web: https://www.oceanario.pt

O Pavilhão do Conhecimento, no Parque das Nações, em Lisboa, convida as crianças dos 6 aos 11 anos para uma viagem à ciência dos super-heróis para descobrir a origem científica dos seus superpoderes. As férias perfeitas para quem gosta de histórias aos quadradinhos de 10 a 13 de abril. T. 21 891 71 04/66; Web: http://www.pavconhecimento.pt

Na Fábrica da Pólvora de Barcarena, em Oeiras, há ateliês, workshops e teatro. Programar uma visita pode ser uma opção nestas férias da Páscoa. Para conhecer toda a história da fábrica, o museu disponibiliza áudio-guias. T. 214 262 650

Perceber como são feitas as gomas, descobrir se há seres vivos na areia, testar conhecimentos científicos e experimentar sabonetes de gelatina. Entre 5 e 13 de abril o Centro Ciência Viva de Tavira vai proporcionar às crianças entre os 6 e os 12 anos momentos divertidos repletos de criatividade e ciência para explorar. T. 281 326 231 / 924 452 528. Web: www.cvtavira.pt
    • a
    • a
  • comunidade
  • comentar
  • imprimir
Comentários
Inicie sessão ou registe-se gratuitamente para assinar os comentários
  • submeter
  • cancelar
  • visualizar
Não existem comentários. Dê-nos a sua opinião!
 
Para salvaguardar o bom funcionamento deste espaço, todos os comentários são sujeitos a um processo de filtragem e validação editorial, pelo que só serão aceites participações sem linguagem obscena, difamatória, ameaçadora ou caluniosa.

O EDUCARE.PT reserva-se o direito de não validar todos os comentários que não se enquadrem nestes pressupostos e que não se relacionem, única e exclusivamente, com a atualidade educativa.
Recordamos ainda que todas as mensagens são da exclusiva responsabilidade dos participantes, nomeadamente, no que respeita à veracidade dos dados e das informações transmitidas.